Tília: conheça a melhor madeira para relógios

Fácil de manejar, cortar e aparafusar, essa matéria-prima pode ser lixada, polida e pintada com mínimo desperdício e pouca distorção, além de secar facilmente. Essas são as características que fazem da tília o material ideal para a fabricação de relógios artesanais.

Dica: Conheça o estilo de pintura bauernmalerei dos relógios cucos

Além da versatilidade do material, os relógios feitos com essa madeira agregam sofisticação e requinte em qualquer que seja o ambiente, da sala de estar ao escritório. Eles também remetem à memória das tradições familiares, afirmando-se como peças valiosas que sobrevivem intactas a cada geração.

Foi pensando em aliar qualidade e elegância à sua decoração que detalhamos a seguir as principais características da tília, como cor, textura e maleabilidade. Assim, você não vai ter dúvidas na hora de escolher o relógio de parede ideal e resgatar as melhores lembranças do bom e velho cuco. Confira!

Origem

Típica de regiões de clima temperado, aquele com estações bem definidas, a tília mais comum é originária da espécie Tilia platyphyllos. Essa árvore habitual das florestas temperadas da Europa era vista na antiguidade alemã como símbolo de proteção aos guerreiros germânicos.

Para além da Alemanha, as espécies de tília se estendem pelas demais áreas do centro e sul europeus, percorrendo também algumas zonas do oeste asiático.

Mickey na Alemanha

Conheça as peças temáticas da Kukos. Clique na imagem acima e confira!

Cor

A tonalidade característica da tília é clara, predominando a cor branco-amarelada, que se desvanece gradualmente ao longo do cerne em tons que vão do pálido ao marrom-avermelhado, por vezes com nós mais escuros.

Quando seca, pode transformar-se em matizes castanhos. Essa tonalidade clara, inclusive, é o que favorece o tratamento versátil da tília, permitindo pigmentação com tintas, ceras ou vernizes.

Textura

Semelhante à madeira de amieiro, possui cerne e contorno de mesma propriedade, com anéis pouco demarcados ao longo de seu tronco. Sua textura macia, fina, reta e uniforme é o que lhe garante ser esculpida com muita facilidade, estimulando a criatividade dos artesãos.

Confira todos os nosso modelos de Relógios Cucos clicando no banner abaixo!

Veja todos nosso relógios cuco!

Durabilidade

A resistência da tília em si é média. Entretanto, quanto aos fungos, sua durabilidade pode ser classificada como baixa. Possui alburno suscetível à ação de insetos comuns nesse tipo de mobiliário, e seu cerne não é resistente à decomposição. Por outro lado, a tília é permeável aos tratamentos preventivos, respondendo bem aos cuidados.

Maleabilidade

Como já foi dito, pode ser esculpida muito facilmente por causa de sua textura leve e macia. O acabamento costuma ser perfeito, praticamente não apresentando deformações.

Considerada como material de primeira por escultores renomados, a tília também é matéria-prima ideal para os artesãos principiantes, justamente pela maleabilidade, além de permitir colagem, pregagem ou aparafusamento.

Por essas características, essa madeira valoriza e enobrece qualquer mobiliário ou peça de decoração, sendo utilizada costumeiramente também em corrimãos, molduras e instrumentos musicais de primeira qualidade.  

Viu só? Com todas essas propriedades, não resta dúvida de que a tília é a melhor madeira para o fabrico artesanal de relógios. Escolher essa peça é como ter uma verdadeira obra de arte na decoração da sua casa!

Já está inspirado para escolher o relógio de tília que mais combina com você? Conte pra gente aqui nos comentários!

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0