A história da Kukos

A história da Kukos se funde com a de sua fundadora e começa em meados dos anos 80, quando Ingrid Deppe, voltava de um período de dez anos de estudos vívidos no sul da Alemanha, na Floresta Negra. Durante este período, a cada visita aos seus pais, em Nova Petrópolis, parentes e amigos pediam que trouxesse relógios cucos para eles, resultando em cada retorno com dois ou três exemplares em sua mala.

Veja mais cucos!

Assim como ocorre na Alemanha, ela percebeu que cada relógio que trazia para o Brasil era tratado como uma relíquia de família e passava de geração para geração, como em uma tradição, um tesouro precioso. E percebeu aí a grande oportunidade de oferecer algo que pouco se encontra no mundo: algo de valor sentimental.

Dizem que quem volta de uma viagem sempre volta diferente, e com ela foi assim, junto de sua bagagem veio a ideia de trazer para o Brasil um pedaço daquele lugar que tanto amou. Dessa experiência nasceu a Kukos, um lugar mágico, onde os contos de fadas se tornam realidade.

 Família Kukos Equipes Kukos Gramado e Nova Petrópolis

Com funcionamento totalmente mecânico, os relógios cuco oferecidos pela loja são todos importados do sul da Alemanha, garantindo assim sua autenticidade e durabilidade, que gira em torno de quatro gerações. Eles são peças artesanais, sendo cada um é diferente do outro, não há duas peças iguais no mundo.

Miniatura Casinha da Floresta NegraRELÓGIO CARRILHÃO DE PAREDE Relógio Carrilhão Pedestal Majestic II  

Atualmente a loja oferece relógios cuco, carrilhões e pedestais. Além disso, ainda há itens decorativos e artigos de presentes como caixas de música, quebra nozes, figuras do designer Jim Shore, bonecas de porcelana, cristais Bohemia, entre muitos outros.   

Se você gostou de conhecer melhor a nossa história, não se esqueça de curtir nossa página no Facebook e assinar nossa newsletter  e receber nossas novidades sempre em primeira mão!

Relógio Cuco Clássicos Quartzo

Um Relógio Cuco, modelo clássico não é somente um marcador de tempo e sim uma maravilhosa peça de artesanato. Construída delicadamente e esculpida manualmente, estes pequenos objetos fazem toda a diferença no ambiente em que estejam.

Seja pela sua carga de tradição ou simplesmente por adereço estético, é algo que naturalmente ganha destaque. Além dos modelos mecânicos (de corda manual), atualmente há os modelos de quartzo, que não requerem interação humana direta. Vejamos as vantagens desse modelo.

Relógio Cuco alemão eletrônico estilo tradicional
Clique na imagem e compre o seu relógio Cuco Quartzo!

Dica -> Descubra a História do Relógio Cuco.

O modelo clássico de Relógios Cuco é uma peça que confere tradição a qualquer ambiente e talvez até um pouco de encantamento. Por isso, é importante reservar um lugar especial, pois ele vai ser visto por muitos, inclusive por você e certamente irá querer apreciá-lo todos os dias.

Veja mais cucos

Dica -> Leia também nosso artigo:  Como funciona um Relógio Cuco? 

Com um Relógio Cuco modelo clássico de quartzo, você não precisará se preocupar em dar corda, assim como acontece nos modelos de 1 ou 8 dias. Ele é alimentado por uma bateria e esta deve ser trocada conforme indicado no manual do proprietário. Apesar do seu aspecto mais antigo e tradicional, seu interior é moderno, o que confere qualidade na hora informada. Se você não pretende ter algum tipo de interação constante com sua peça ou vai esquecer de dar corda, é um modelo a considerar.

Se você gostou de saber um pouco mais sobre o assunto, não deixe de compartilhar nas suas redes sociais e nos seguir no Facebook!

 

O funcionamento de um relógio Cuco Mecânico

O funcionamento de um Relógio Cuco mecânico, não é tão complicado quanto parece: há um peso que move as correntes localizadas na parte inferior dos relógios, normalmente estes pesos parecem pinhas invertidas. Cada peso possui uma função, o primeiro tem a função de cronometragem, o segundo controla o cuco e seus movimentos e o terceiro (se houver) gerencia a música (relógios sem caixa de música não possuem este).

Relógio Cuco Mecânico Alemão Musical  

Os pesos vão descendo pelas correntes lentamente conforme o relógio funciona e ao chegar próximo ao chão, é preciso puxar a outra ponta da corrente (dar corda) para que o relógio continue a funcionar. Ele não leva pilhas nem bateria, o seu funcionamento é mecânico, ou seja, impulsionado pela força que os pesos exercem sobre as correntes com a força da gravidade.

Relógio Cuco Alemão Chalé Mecanico Relógio Cuco Alemão Chalé Mecanico  

Os Relógios Cuco que são equipados com caixa de música, são programados para que ela toque após o canto do cuco. Em modelos com mecanismo de corda diária, uma melodia toca na meia hora e outra na hora cheia. Em modelos com corda semanal a melodia é reproduzida somente na hora cheia. Todos os relógios cuco são equipados com um silenciador. O mesmo possibilita o desligamento completo dos sons, cuco e caixa de música quando houver.

A técnica para fazer os Relógios Cuco tocarem música é tradicional, porém, foi aprimorada ao longo dos anos. Dentro de cada exemplar há um par de foles, com câmaras de ar, como uma gaita. O ar é expelido para fora do primeiro fole através de um apito de fenda, que é esculpido no lado dos relógios. Ele passa por baixo e gera o som “KU” característico do pássaro. Já o “CKOO” que completa o áudio, é gerado através do segundo apito, acionado pelo ar empurrado por baixo da segunda fenda.

Veja mais cucos

E então, gostou de aprender mais sobre o Relógio Cuco mecânicoAproveite para compartilhar essas curiosidades com seus amigos através das redes sociais e assinar nossa newsletter e ficar por dentro de todas as novidades!

Natal Luz: 4 atrações incríveis em Gramado

Chocolates, vinhos, queijos e um friozinho agradável. Conhecida por ser um pedacinho da Europa no Brasil, a charmosa Gramado tem atraído visitantes de todos os cantos!

Localizada na Serra gaúcha, a aproximadamente 120 km de Porto Alegre, a cidade já encanta em sua estrada, toda rodeada de hortênsias.

Lindo só de imaginar, não é mesmo? Já pensou visitar Gramado quando acontece a temporada mágica do Natal Luz, um dos maiores eventos de Natal do mundo?

Mickey Aviador

No post de hoje, selecionamos 4 atrações imperdíveis na cidade nessa época do ano. Confira!

1. Relembre a essência do Natal: Eu sou Maria

Um musical ao ar livre com uma grande estrutura montada no Lago Joaquina Rita Bier. São mais de 200 artistas, entre orquestra, dançarinos, atores, cantores e jogos de luzes, que teatralmente contam a história de Maria, José, do anjo Gabriel até o nascimento de Jesus. Uma noite emocionante, que traduz toda a magia e o espírito das festas de final de ano.

O show acontece às quartas e sábados, sempre às 21h30. Lembre-se que pode fazer frio e chover, então reforce os casacos! Mais recomendado para adultos, os ingressos devem ser comprados com antecedência, assim como todas as atrações pagas do Natal Luz.

Milagre Na Manjedoura

2. Participe do Grande Desfile de Natal

Imagine um espetáculo cheio de cor em que os seus personagens e brinquedos preferidos da infância vão conduzi-lo em uma viagem às suas memórias natalinas.

São momentos mágicos e felizes, numa noite de luz, com muita neve e mais 400 artistas, bailarinos, patinadores no gelo e carros alegóricos. O Papai Noel participa da festa, é claro!

O Grande Desfile de Natal é um programa para toda a família

Papai Noel Com Lista De Desejos

3. Sonhe com o Natal pelo Mundo

Sofia era uma menina, que enquanto pequena que visitava a Fantástica Fábrica de Chocolate de Natal. Ela cresceu e voltou trazendo o espírito e os encantos natalinos no espetáculo Natal pelo Mundo.

Você vai passear junto com a Sofia e conhecer como são as festas e comemorações por todo o mundo. Os cenários são super tecnológicos e os figurinos deslumbrantes. Um programa para toda a família, terças e sextas às 21h.

Linda Menina Com Ursinho

4. Visite a Avenida Borges de Medeiros

Em Gramado, você também encontra boas opções de diversão durante o dia. Passear tranquilamente pela antiga Avenida Borges de Medeiros, por exemplo, é um passeio imperdível para quem visita a cidade!

Essa avenida concentra a maior parte dos pontos turísticos da cidade, entre eles: a Rua Coberta, exclusiva para pedestres, que abriga debaixo do seu teto de vidro restaurantes e tesouros da gastronomia; o Palácio dos Festivais, onde acontecem as óperas e o famoso Festival de Cinema e a Igreja Matriz de São Pedro, inspirada na arquitetura romana e onde estão os 12 apóstolos, construídos em pedra e tamanho real.

São Francisco

Aproveite também a grande variedade de lojas e garanta uma bela lembrança da sua viagem. A loja Kukos, por exemplo, é a loja mais completa do Brasil em relógios cuco e conta com artigos de decoração e presentes, como globos de neve e outros artigos natalinos.

Miniatura De Relógio Cuco Alemão Tradicional

Já está se vendo em Gramado? Visitar a cidade durante o Natal Luz será uma experiência inesquecível. A programação vai de outubro a janeiro, mas o destino é bastante procurado!

Veja mais cucos

Para acompanhar mais dicas como essas e ficar por dentro das maiores novidades, siga a Kukos nas redes sociais! Estamos no Facebook e no Twitter.

Fonte imagem principal: bit.ly/617.ref

Cidades do Sul do Brasil para visitar nas festas de fim de ano

O fim do ano já chegou: você quer o Réveillon curtindo uma bela viagem, mas ainda não escolheu seu destino? Partir rumo à região Sul do país é uma ótima opção para quem procura cidades charmosas, paisagens deslumbrantes e cenário cultural vibrante!

No post de hoje, você conhecerá um pouco sobre algumas das mais belas cidades do Sul do Brasil para deixar o seu fim de ano mais especial. Continue a leitura e comece a planejar sua viagem!

Mickey Aviador

1. Gramado e Canela: charme, beleza e boa comida

Com construções em estilo europeu, Gramado parece um pedacinho do velho continente no Sul do Brasil. Vale a pena explorar o centro da cidade e admirar as casas e prédios, visitar museus, parques e jardins e se deliciar com uma boa comida. Gramado tem uma gastronomia rica que vai desde comidas simples até os pratos mais requintados

Entre as diversas atrações locais, destacam-se a Rua Coberta, o Lago Negro, a Igreja Matriz São Pedro, a Fonte do Amor Eterno e a Casa do Colono. No fim de ano, a cidade fica ainda mais linda com o Natal Luz de Gramado, o maior evento natalino do mundo, que de outubro a janeiro encanta turistas e moradores da região com suas luzes. 

Mickey E Pluto No Natal

Estando em Gramado, não deixe de conhecer a vizinha Canela, cidade que fica a apenas sete quilômetros de distância. Sua Catedral de Pedra, a Cascata do Caracol e tantas outras atrações também são imperdíveis!

 

2. Porto Alegre: história e cultura

Vale a pena passar alguns dias na capital do Rio Grande do Sul. O centro histórico, com a Catedral Metropolitana, suas praças e os palácios que abrigam os três poderes, leva o turista ao passado da cidade. Os museus e centros culturais, o Theatro São Pedro e o Mercado Público também são paradas para incluir no roteiro. 

Relógio Carrilhão De Mesa Thomas Tompion

Outra boa pedida é um passeio pelo Parque Farroupilha (Redenção). O local tem parque de diversões, passeios de trem e pedalinhos, o Mercado do Bom Fim e o Brique da Redenção, uma feira de artesanato considerada um patrimônio da cidade.

Quem gosta de uma bela paisagem, pode encerrar o dia em Porto Alegre com o pôr do sol no Lago Guaíba. À noite, escolha um dos inúmeros bares e restaurantes espalhados pelas ruas arborizadas do bairro Moinhos de Vento.

3. Serra Gaúcha: um vale, três cidades

A Serra Gaúcha revela cidades encantadoras e cheias de charme. Localizado a 130 quilômetros de Porto Alegre, o Vale dos Vinhedos abrange os municípios de Bento Gonçalves, Monte Belo do Sul e Garibaldi. É o roteiro ideal para os amantes do vinho e de paisagens de montanhas e colinas! Apesar da proximidade dessas cidades, alugar um carro permite que você aproveite muito mais os dias no Vale dos Vinhedos.

Brisa De Primavera

Em Bento Gonçalves, que já foi colônia da Itália, vinícolas como a Casa Valduga e a Dom Laurindo são paradas obrigatórias. Além disso, não perca a oportunidade de conhecer as casas de pedra e madeira no roteiro Caminhos de Pedra. Nas também “italianas” Garibaldi e Monte Belo do Sul, há mais vinícolas, construções históricas e restaurantes que servem o melhor da culinária da Itália. 

4. Nova Petrópolis: o “Jardim da Serra Gaúcha”

Assim também é conhecida Nova Petrópolis, no Rio Grande do Sul. Antiga colônia da Alemanha, a cidade conserva a cultura germânica na gastronomia, na arquitetura e até no sotaque dos moradores. Seus jardins e praças floridas fazem do município um dos mais belos cartões postais gaúchos.

Relógio Cuco Alemão Chalé Mecanico

Em um roteiro para Nova Petrópolis, não deixe de fora atrativos como o Parque Aldeia do Imigrante, a Praça das Flores, o Labirinto Verde, o Moinho Rasche, o Recanto dos Pioneiros e o Roteiro Alemães do Sul.

Os destinos sulistas também oferecem ótimas opções de compra para quem busca presentes de lembrança da viagem. Vinhos, chocolates, queijos de qualidade e peças únicas são encontradas principalmente na Serra Gaúcha.

Banner cucos

Essas são algumas das cidades do Sul do Brasil que revelam um pouco da beleza e charme dessa região. Agora que você já conhece um pouco mais do Sul, é só escolher o seu destino! Quer mais dicas como essas? Assine nossa newsletter e receba nosso conteúdo diretamente no seu e-mail!

3 dicas para não errar na escolha do presente de Natal

Escolher um presente de Natal nem sempre é uma tarefa fácil. Afinal, você deseja surpreender o presenteado, demonstrar o seu carinho e viver o espírito natalino de confraternização e celebração ao máximo! Mas como não errar na hora de decidir o melhor agrado?

Para ajudar nessa nessa missão, reunimos 3 dicas para você tornar essa data ainda mais especial. Confira!

Papai Noel

1. Imagine-se no lugar do outro

Presentear, além de ser uma forma de celebrar uma data especial, também é um modo de demonstrar carinho, respeito e amor. E não há melhor maneira de expressar isso do que através da empatia com o próximo!

Isso porque, quando você se coloca no lugar do outro, busca entender o que ele pensa e sente, e imagina como ele reagirá ao abrir o agrado. É possível pensar em como tornar o presente de Natal em uma agradável surpresa do mesmo modo que você gostaria que fizessem consigo.

Pingente Presente

2. Conheça o estilo do presenteado

Outra tarefa importante na hora de escolher o presente é selecionar algo que esteja de acordo com o estilo da pessoa. Afinal, nada mais incômodo do que receber um mimo que crie uma situação constrangedora e até mesmo decepcionante devido às expectativas criadas pelo presenteado, não é verdade?

E a forma de evitar isso é bem simples: conheça, de fato, a pessoa. Compreenda seus gostos, seus hobbies e suas manias. Fique por dentro do que ela é fã, do que ela consome e do que ela não abre mão. Esses detalhes são cruciais para você montar um perfil e acertar em cheio na escolha do presente de Natal.

Carrossel Musical

Por exemplo, se o presenteado tem o hábito de colecionar acessórios valiosos, uma opção de agrado seria um relógio de pulso. Mas se for uma mulher vaidosa e aficionada por perfumes quem receberá o presente, que tal um perfumeiro de cristal?

Perfumeiro De Cristal

Outra sugestão são as caixas de música, que agradam e surpreendem tanto adultos quanto crianças. Elas evocam, por meio da música e dos movimentos, lembranças e momentos felizes, sendo consideradas sempre um lindo agrado temático para quem é fã de melodias e acessórios decorativos carregados de história.

3. Pense na utilidade do presente de Natal

Por fim, mas não menos importante, é preciso pensar além do agrado e do significado do presente de Natal, levando em consideração a sua utilidade e serventia na rotina do presenteado.

Infelizmente, é bastante comum que um mimo seja deixado de lado, sendo guardado e lembrado apenas ocasionalmente por causa do valor emotivo ligado a ele e nada mais.

Figuras de Porcelana

Portanto, é fundamental analisar como e em que ocasiões o seu agrado poderá ser importante para que a pessoa que irá recebê-lo fique feliz em ganhá-lo, mas também faça uso dele com frequência no seu dia a dia.

Agora que você já sabe como surpreender a quem ama com um presente de Natal pensado com todo o carinho e dedicação possíveis, é hora de reunir os amigos e familiares para aproveitar ao máximo as festas de fim ano! Aproveite e siga a gente nas redes sociais para se inspirar com dicas de presentes únicos! Estamos no Twitter e Facebook.

 

DIY: construa seu próprio calendário do advento para esperar o Natal

Natal é época de acolhimento, de família reunida e de cheirinho de comida boa saindo do forno. Época de renovar as esperanças e relembrar as tradições.

E que tal juntar as pessoas queridas, colocar uma torta deliciosa no forno e construir um calendário do advento a muitas mãos para esperar por este feriado? Esta tradição alemã é um mimo e traz ainda mais encanto para as crianças e adultos que esperam ansiosamente pela melhor época do ano.

Veja aqui algumas dicas importantes e ideias criativas e muito simples para fazer o seu! 

Saiba o que todo calendário do advento precisa ter

De acordo com a tradição, este calendário é uma espécie de contagem de dias até o Natal, que começa no dia primeiro de dezembro e vai até o dia 24.

Por isso, todos eles são formados por 24 “partes”, que podem representar o número de surpresas, contos, mensagens, poemas, enfeites, presentes e o que mais você pode imaginar.

Essencialmente, é importante que o calendário do advento tenha elementos atrativos para despertar nas pessoas a vontade — e até um pouco de ansiedade — para ir contando cada um dos dias.

Escolha materiais que possam ser manipulado por crianças de todas as idades

Fazer um calendário que tenha mensagens escritas, por exemplo, pode não ser ideal para crianças que ainda não foram alfabetizadas. Usar sons, objetos, brinquedos e materiais estimulantes, por outro lado, pode ser uma boa pedida. 

Cobrir os dias e deixar com que as crianças os descubram é mágico e muito divertido. Seu calendário pode ser feito de gavetinhas com chaves, por exemplo, para causar este efeito.

Insira atividades na rotina da turminha que a faça querer ter as chaves para abrir as gavetas, como uma recompensa por ajudar nas tarefas de casa ou por ter executado bem a atividades na escola. 

Use o que tem em casa e, sobretudo, a imaginação

Caixas de fósforo, potes, latinhas de balas, forminhas de cupcakes e até rolo de papel higiênico: o calendário deve acompanhar o estilo de vocês e não ser um gasto a mais.

O que importa mais ao fazerem juntos o calendário do advento é o processo, a oportunidade de passarem um tempo juntos fazendo algo que desperta sentimento de carinho, amor e valorização das tradições.

Solte a criatividade e escute o que as crianças têm a dizer. Elas costumam ter ideias maravilhosas para aquele par de meias de lã ou para aqueles enfeites de Natal que você nem usa mais.

Integre o calendário aos demais elementos da decoração de Natal de sua casa

Aproveite a máxima “o melhor da festa é esperar por ela” e capriche nos detalhes. Escolha um lugar especial — e acessível — para seu calendário do advento para que ele, por si só, esteja envolto pela magia do Natal.

Um bom lugar pode ser aquele cantinho próximo à árvore ou na mesa de jantar. Lembre-se que ele será convidado de honra da noite do dia 24. Por isso, capriche também da surpresa que será desvendada neste dia!

Faça do calendário um contador de histórias

Uma boa forma de escolher os elementos surpresa do calendário do advento é criar uma narrativa. Você pode usar dos seus 24 dias para contar sobre curiosidades do Natal, suas tradições, a história por trás de cada peça decorativa e principalmente sobre sentimentos de união e fraternidade.

Crie conteúdo para o seu calendário do advento e contribua para que a cultura e as tradições da família sejam repassadas, valorizadas e que sirvam para uni-los ainda mais!

E aí, gostou de nossas dicas para criar um calendário do advento com a cara da sua família? Então aproveite para entrar ainda mais no clima de Natal e leia várias curiosidades sobre esta tradição ao redor do mundo!

Feiras e Natal na Alemanha: conheça essa tradição encantadora

O Natal é uma época cheia de tradições, costumes e magia. Cada família e lugar tem o seu jeito próprio de comemorar essa data especial: há quem prefira festas grandiosas, com músicas, o soar dos sinos e um farto banquete. Por outro lado, há também aqueles que gostam de uma ceia mais simples, reservada e intimista. Nesse contexto, uma grande curiosidade é a relação entre feiras e Natal na Alemanha.

Você já ouviu alguma história sobre essa tradição alemã? As feiras e mercados de Natal tomam conta do país na época mais querida e enfeitada do ano. Nas grandes e pequenas cidades, as pessoas saem de casa e do trabalho para comprar e apreciar a beleza dos enfeites, a música tranquila e as barraquinhas decoradas. 

Ficou interessado? No post de hoje, vamos contar para você os principais detalhes e curiosidades dessa tradição que invade a Alemanha todo final de ano. Acompanhe e surpreenda-se!

Como começou a tradição? 

Como todo bom costume, as feiras de fim de ano na Alemanha, também conhecidas como Weinachtsmärkete, começaram por volta dos séculos XIV e XV, com um intuito muito simples: abastecer os armários das pessoas com alimentos e demais produtos para passar o rigoroso inverno

Com o decorrer do tempo, como uma receita de bolo que deu certo, as feiras natalinas caíram no gosto dos alemães, cresceram, espalharam-se pelo país e ganharam cada vez mais proporção.

Posteriormente, começaram a ser organizadas por igrejas e demais estabelecimentos, que incorporaram elementos alusivos à cultura alemã, além de decorações natalinas fantásticas. A partir de então, as feiras de Natal alemãs nunca mais deixaram de ser realizadas. 

O que encontrar em feiras e Natal na Alemanha?

O tempo e o sucesso dos mercados natalinos da Alemanha trouxeram uma variedade de produtos e objetos. São várias barraquinhas de bebidas e comidas típicas, produtos de Natal como velas, árvores, presépios e enfeites, além da decoração rica em cores e luzes.   

O famoso Papai Noel também aparece em todos os cantos, trazendo a magia e o clima dessa época encantadora para as diversas famílias e grupos de amigos que frequentam as feiras. O cheiro de cravo, canela e noz-moscada no ar faz com que as pessoas se sintam em casa.

 

Como as feiras alemãs são organizadas?

As feiras natalinas alemãs geralmente começam no final de novembro e se estendem até o dia 23 ou 24 de dezembro. São vários formatos e tamanhos, que variam de acordo com a cultura e costumes de cada cidade.

Há feiras mais voltadas para a família, com opções e brinquedos para divertir as crianças, mas também há algumas mais agitadas, em que grupos de adolescentes ou colegas de trabalho aproveitam para fazer um happy hour.   

Quais são as melhores feiras de Natal na Alemanha?

Com mais de 3.000 feiras registradas em todo o país, não sabemos se fica mais difícil escolher os presentes de fim de ano ou a feira favorita.

Berlim

A capital alemã tem excelentes opções, como a que fica ao redor do Castelo Charlottenburg, que transforma os jardins de seu parque em um ambiente lúdico e mágico.

Bremen, Colônia e Munique

Essas cidades oferecem diversas feiras com parques de diversão, presentes tradicionais, comidas deliciosas e muita história.

Frankfurt

Nessa cidade o mercado de Natal existe há cerca de 600 anos, com uma gastronomia que enche os olhos e a barriga dos alemães. 

Nuremberg

É onde acontece a feira do Menino Jesus, considerada a mais conhecida do mundo. É realizada uma cerimônia especial de abertura, com um Menino Jesus recitando um prólogo. A arquitetura da cidade se mistura com a linda decoração, encantando os milhões de turistas e os próprios alemães.

Esses são alguns poucos exemplos das inúmeras feiras espalhadas pelo país. Com tanta história, beleza e tradição, vale a pena conhecer a Alemanha nessa época do ano. Por onde você passar, com certeza encontrará uma feira cheia de cores, sabores e o clima mágico que só o Natal consegue proporcionar.

Se você gostou dessa linda relação entre feiras e Natal na Alemanha, compartilhe a história nas redes sociais com os seus amigos, parentes e conhecidos. Eles vão adorar conhecer mais sobre essa incrível tradição!  

Conheça 3 receitas de Natal para inovar na ceia deste ano

As receitas de Natal possuem uma tradição muito especial. Esse é o grande momento de reunir familiares e amigos e poder confraternizar com tudo o que há de mais gostoso: carinho, aconchego e, é claro, pratos deliciosos que agradem aos olhos e ao paladar!

Apesar de ser um momento clássico, a ceia de Natal pode ser inovada com ricos detalhes e opções diferenciadas. Por isso, listamos nesse post as 3 receitas mais especiais para essa comemoração. Acompanhe a leitura e veja como transformar o seu jantar em um evento ainda mais especial para todos!

1. Peixe Assado com Batatas ao Alho

Esse prato arrasa em qualquer ocasião e tornará seu jantar algo divino ao paladar de todos os seus convidados. Com rendimento para 4 pessoas e tempo de preparo em torno de 1 hora, será nossa grande abertura das receitas de Natal.

Ingredientes

  • 1 cebola roxa em rodelas;
  • 4 dentes de alho amassados;
  • 3 tomates bem maduros e também fatiados;
  • 6 batatas descascadas e fatiadas de forma grossa;
  • 3 ramos de tomilho;
  • 4 filés de merluza;
  • 125g de bacon picado;
  • 50g de manteiga;
  • Azeite extra virgem;
  • 1/2 limão;
  • Pimenta-do-reino e sal a gosto.

Modo de fazer

  • Comece cozinhando as batatas. Deixe ferver até ficarem levemente cozidas.
  • Distribua as batatas, tomates, o bacon e a cebola em uma travessa untada com azeite.
  • Derreta a manteiga, adicione o alho e misture. Despeje tudo sobre os vegetais. Adicione também o tomilho e asse por 25 minutos a 180°C.
  • Tempere os filés de peixe com sal e pimenta-do-reino. Remova os vegetais do forno e acomode o peixe sobre eles. Regue tudo com um pouco de azeite e limão, asse por mais 20 minutos e sirva em seguida.

2. Peito de Pato com Ervas e Framboesas

Para surpreender ainda mais seus convidados e recebê-los com o que há de melhor, indicamos essa outra receita. Ela rende cerca de 4 porções e fica pronta em 35 minutos.

Ingredientes

  • 2 peitos de pato;
  • 2 pitadas de orégano;
  • 4 ramos de lavanda;
  • 1 colher de mel;
  • 1 colher de suco de laranja;
  • 100g de framboesa;
  • Pimenta-do-reino e sal a gosto.

Modo de fazer

  • Pré-aqueça o forno a 160°C.
  • Faça alguns cortes na pele do pato e tempere com a pimenta-do-reino e sal.
  • Frite cada peito do pato com a pele virada baixo, até ficarem bem dourados, depois vire e dê apenas uma rápida fritada do outro lado. Depois, é só posicioná-los em um refratário.
  • Em uma panela, aqueça o mel, o suco de laranja, o orégano e a lavanda. Passe essa mistura no pato e leve para assar por cerca de 20 minutos. Durante o processo, dê algumas pinceladas a mais na carne com a mistura. Nos últimos 5 minutos no forno, adicione as framboesas.
  • A seguir, é só cortar, decorar e servir.

3. Mousse de Morango

Agora, para fechar com chave de ouro as receitas de Natal, que tal um doce arrematando seu saboroso jantar? Essa sobremesa demora cerca de 30 minutos para o preparo e mais 2 horas na geladeira, mas o resultado é perfeito!

Ingredientes

  • 300g de morango em pedaços; 
  • 150g de açúcar;
  • 350g de creme de leite; 
  • 45g de gelatina em pó de morango; 
  • Suco de um limão;
  • Frutas vermelhas e chantilly para decorar.

Modo de fazer

  • Cozinhe por 10 minutos os morangos, o açúcar e o suco de limão e, em seguida, deixe esfriar. 
  • Bata a mistura no liquidificador, incluindo o creme de leite e a gelatina, já dissolvida em água morna.
  • Coloque o creme pronto em taças, decore com as frutas vermelhas e o chantilly, polvilhe um pouco de açúcar de confeiteiro e sirva. 
  • Uma ótima opção também é polvilhar raspas de chocolate no lugar das frutas vermelhas.

Com essas receitas de Natal, você com certeza será o grande destaque na ceia desse ano. Por isso, aposte nessas ideias e surpreenda seus convidados!

Gostou do nosso post? Conhece outras pessoas que gostariam de conhecer essas receitas? Compartilhe esse conteúdo nas suas redes sociais e ajude os amigos a capricharem na ceia!

Saiba como decorar a árvore de Natal de forma criativa

O Natal é uma data comemorativa que desperta maravilhosas lembranças na maioria das pessoas. Trata-se de uma época muita aguardada: afinal, a festa natalina é marcada pela reunião de parentes e amigos em uma saborosa ceia, além da troca de presentes entre as pessoas amadas.

Acredita-se que a árvore de Natal, um dos símbolos natalinos, tenha sido criada na Alemanha, durante o século XVI, estando associada à comemoração cristã do nascimento de Jesus Cristo.

Em 1841, o príncipe alemão Albert, casado com a rainha britânica Vitória, montou uma árvore no Palácio Real. Já em 1846, a revista Illustrated London News publicou uma foto da família real ao redor da árvore. Esses fatos colaboraram para a difusão da tradição da árvore de Natal pelo mundo, costume que chegou ao Brasil por volta do século XIX.

E você, já sabe como vai decorar a árvore de Natal da sua festa de fim de ano? No artigo de hoje, aprenda como escolher e enfeitar a sua árvore com criatividade!

Tipos de árvores, tamanhos e posicionamentos no ambiente

No momento de comprar uma árvore de Natal, surgem várias dúvidas. Por isso, vamos ajudar com alguns conselhos. Antes de tudo, vamos lembrar que existem dois tipos de árvores: o pinheiro natural e a árvore sintética.

O pinheiro natural requer mais cuidados, pois pode murchar rapidamente. Ele deve ser plantado em um vaso com bastante terra, contendo um recipiente com água embaixo. De toda a forma, ele provavelmente morrerá após algum tempo, já que a sua raiz é retirada no ato da venda.

Já a árvore sintética é ecologicamente correta e pode servir por muitos anos. Atualmente, é possível comprar réplicas de alta qualidade que reproduzem o formato de pinheiros alemães, alguns até mesmo com aspecto de neve sobre os galhos, para decorar a sala de estar no Natal.

O tamanho da árvore deve respeitar a altura do pé direito do ambiente em que for colocada. Para um cômodo com um teto de 2 metros de altura, por exemplo, uma árvore de 1 metro e 70 centímetros é perfeita.

Procure deixar um espaço de pelo menos 30 centímetros entre o teto e o topo da árvore para que o adereço natalino não transmita uma sensação de falta de espaço ao cômodo.

É importante que a árvore seja colocada em locais que não atrapalhem a circulação das pessoas. Por isso, prefira cantos ou espaços próximos às paredes.

Como decorar a árvore de Natal

Esse é um momento que pode ser compartilhado com toda a família. Para começar, é fundamental definir que estilo de decoração você quer para a sua festa. Vamos destacar, a seguir, 3 dicas para inspirar a sua criatividade.

1. Decoração infantil

Conveniente para casas com crianças, a decoração infantil deve ser pensada para que o ambiente fique lúdico e acolhedor. 

Solte a sua imaginação e brinque com elementos variados. Algumas ideias são: bonecos de neve e de biscoito, corações, estrelas e pirulitos coloridos. Pode-se usar também bolas de Natal vermelhas com listrinhas brancas e enfeites que imitem caixas de presente

2. Decoração clássica

Nesse caso, os enfeites devem remeter à história do Natal, com símbolos cristãos e grandes bolas vermelhas ou douradas. Um ornamento que cai bem são as grinaldas, as quais devem ser distribuídas harmoniosamente de cima para baixo por toda a árvore.

As luzes artificiais também devem ser desenroladas do topo até os galhos mais baixos, e a fiação elétrica poderá ficar escondida no interior da árvore.

3. Decoração moderna

Aqui, você pode usar uma abordagem minimalista, com poucos enfeites, dando espaço para elementos sofisticados, como as bolas de vidro. Destacando-se pelo brilho, elas proporcionam um visual arrojado. Outra opção interessante são as bolas de Natal com luz interna de led, que são acionadas por controle remoto. 

Uma árvore moderna pode ainda ser enrolada com elegantes fitas decorativas translúcidas, através das quais será possível ver as luzes artificiais, ou então receber uma decoração nevada (nesse caso, as bolas de cor azul combinam bem).

Gostou de aprender como escolher e decorar a árvore de Natal para a sua festa? Para ficar sempre atualizado com dicas interessantes como a de hoje, aproveite também para curtir a nossa página no Facebook!